You are here
Home > Geral > Mais Notícias do dia > A Finova e o desenvolvimento sustentável em 2016

A Finova e o desenvolvimento sustentável em 2016

Diretor da Finova e Secretário Municipal de Planejamento e Controle de Nova Andradina
Diretor da Finova e Secretário Municipal de Planejamento e Controle de Nova Andradina
Desde que Prefeito Roberto Hashioka deu posse à sua diretoria, em 31 de Março de 2015, a Fundação Instituto de Tecnologia e Inovação de Nova Andradina – a FINOVA – vem trabalhando para tornar-se uma agência local e regional de desenvolvimento baseada em ciência, tecnologia e inovação, ou seja, estruturada como uma parceria efetiva da Prefeitura Municipal de Nova Andradina com as universidades e institutos de pesquisa.
O Conselho Curador da FINOVA aprovou, para este ano de 2016, proposta da Diretoria Executiva da fundação criando o Programa de Desenvolvimento Sustentável de Base Tecnológica e de Inovação – PROBATEC – que objetiva lidar com problemas concretos e característicos das comunidades local e regional, estando estruturado em quatro grandes linhas de atuação: PROBATEC Agronegócio, PROBATEC Digital, PROBATEC Ambiental e PROBATEC Parcerias.
O PROBATEC Agronegócio baseia-se nas várias ações já desenvolvidas pela Prefeitura Municipal de Nova Andradina, e tem por finalidade trabalhar com os micro, pequenos e médios integrantes da cadeia produtiva do agronegócio de Nova Andradina e região, com o intuito de fortalecê-los social e economicamente, usando a parceria com as universidades e institutos de pesquisa para fazer chegar até eles a tecnologia e as inovações, como ferramentas efetivas de seu desenvolvimento.
O PROBATEC Agronegócio prevê a ativação de quatro grandes linhas de pesquisa e desenvolvimento: Economia do Agronegócio, Tecnologias, Normas Ambientais e Sanitárias e Financiamento do Agronegócio, linhas essas que procuram atacar e solucionar exatamente as vulnerabilidades dos micro, pequenos e médios produtores.
Já o PROBATEC Digital também toma como base as ações da Prefeitura Municipal na área da Tecnologia da Inovação, e tem por finalidade desenvolver a infraestrutura e os serviços locais e regionais baseados na Tecnologia da Informação e das Telecomunicações.
Uma parceria do Governo do Estado do Mato Grosso do Sul, através da SUCITEC – Superintendência da Ciência, Tecnologia e Inovação, com a Fundação Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (CPqD, ex-Telebrás), de Campinas permitirá a elaboração de um plano estadual nessa área, sendo assegurado à FINOVA, através do PROBATEC Digital, prioridade para a aplicação e desenvolvimento desse plano na Região Leste do Estado, a começar por Nova Andradina.
O PROBATEC Ambiental tem por finalidade, em estreita parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado e com as universidades e institutos de pesquisa, o incentivo e fomento à pesquisa e desenvolvimento de soluções para as questões ambientais, em especial as relacionadas às energias alternativas, conservação de energia, recursos hídricos e saneamento básico.
Prevê-se um relacionamento estreito, uma integração, entre os projetos do PROBATEC Agronegócio e o PROBATEC Ambiental, dadas as características comuns de ambos os subprogramas bem como das suas áreas de atuação.
Finalmente, o PROBATEC Parcerias objetiva a construção de um relacionamento institucional da FINOVA com diversos parceiros potenciais, em torno de projetos de infraestrutura de tecnologia e inovação, tais como a FINOVA Incubadora e Aceleradora, e o Parque Tecnológico de Nova Andradina.
A FINOVA Incubadora e Aceleradora prepara e negocia, com a anuência da Prefeitura Municipal de Nova Andradina, um aditivo aos convênios de parceria já firmados com as universidades locais, para ativação e uso efetivo de das suas atuais instalações, ficando a FINOVA responsável pela sua gestão e manutenção físicas, e as universidades parceiras pela sua implementação e uso com finalidades científicas, tecnológicas e de inovação.
No que tange ao Parque Tecnológico de Nova Andradina, prepara-se uma proposta e um projeto de parceria público privada (PPP), baseado em recente lei aprovada pela Câmara Municipal de Nova Andradina, pelo qual a FINOVA associar-se-á à iniciativa privada para construção e operação do referido parque, em terras próximas ao campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.
Todas as iniciativas de pesquisa e desenvolvimento do PROBATEC, nessas quatro linhas de ação do programa, serão frutos de editais de chamamento para a comunidade científica, apoiados igualmente em bolsas de pesquisa específicas.
Para isso, a FINOVA propôs e discute com a FUNDECT – Fundação de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Mato Grosso do Sul um acordo de cooperação técnica, pelo qual a FUNDECT repassará à FINOVA todos os seus conhecimentos e experiências acumulados na emissão de tais editais e bolsas de pesquisa.
São caminhos promissores da FINOVA, que dependem todavia de muito trabalho, negociações e, principalmente, da captação de recursos para os investimentos necessários, para o que a fundação conta, felizmente, com o total apoio da administração municipal de Nova Andradina, sob a liderança do Prefeito Roberto Hashioka.

Deixe uma resposta

Top