You are here
Home > Politica > Celso Russomanno lidera corrida pela Prefeitura de São Paulo

Celso Russomanno lidera corrida pela Prefeitura de São Paulo

da4obwdbe_1zy28focar_file

O jornalista Celso Russomanno (PRB) lidera a disputa pela Prefeitura de São Paulo, aponta sondagem divulgada ontem, terça-feira (4) pelo instituto Paraná Pesquisas.

Na pesquisa estimulada de cenário mais provável, Russomanno obteve 34,1% das intenções de voto, seguido pelo apresentador José Luiz Datena (PP), com 22,4%. A ex-prefeita Marta Suplicy (PSB) aparece em terceiro com 12,0%.

O atual prefeito Fernando Haddad (PT) ocupa a quarta colocação na pesquisa, com 9,8% das intenções de voto. Os percentuais referem-se ao cenário que tem também João Dória Jr. (PSDB), com 4,2%, Eduardo Jorge (PV), com 2,2%, Carlos Giannazi (PSOL), com 0,9%, e Ricardo Patah, com 0,7%.

Ainda conforme o levantamento 6,1% dos eleitores disseram não saber em quem votarão e 7,7% disse que não votaria em nenhum desses nomes.

A margem de erro é de 3,0 pontos percentuais.

Covas e Matarazzo

Nos cenários com Bruno Covas ou com Andrea Matarazzo, ambos do PSDB, no lugar de João Dória Jr., a situação pouco muda.

Na disputa com Matarazzo, Russomanno obteve 34,2%, seguido por Datena, com 22,4%. Marta aparece com 12,1% e Haddad, com 9,6%. Matarazzo fica com 5,1% e Eduardo Jorge, com 2,0%. Giannazi tem 0,9% e Patah, 0,6%.

Nesse cenário, 6,0% dos eleitores disseram não saber em quem votarão e 7,1% disse que não votaria em nenhum desses nomes.

Na disputa com Covas, Russomanno segue em primeiro com 33,5% das intenções de voto, seguido novamente por Datena, com 22,5%. Marta fica com 11,6% e Haddad aparece com 9,8%. Covas tem 5,8% e Eduardo Jorge soma 1,7%. Giannazi e Patah continuam com 0,9% e 0,6%, respectivamente.

Nesse cenário, 6,3% dos eleitores disseram não saber em quem votarão e 7,4% disse que não votaria em nenhum desses nomes.

A pesquisa apontou que Russomanno e Marta são os candidatos mais conhecidos pelos eleitores — 97,6% disseram conhecer os dois. Datena aparece em seguida com 97,3%.

A pesquisa ouviu 1.040 eleitores da cidade de São Paulo entre 1º e 3 de agosto.

Cresce rejeição à gestão Haddad

Ainda segundo a pesquisa, 71,3% dos eleitores desaprova a administração de Haddad até o momento, 25,6% afirmaram que aprovam a gestão e 3,1% disseram não saber ou preferiram não opinar.

O índice é superior ao verificado pelo instituto em junho de 2014, quando 68,8% dos entrevistavam rejeitavam a gestão e 28,2% aprovavam. Na época, 3,0% não opinaram

Deixe uma resposta

Top