You are here
Home > Polícia > Na capital,polícia recupera mais de 40 celulares furtados

Na capital,polícia recupera mais de 40 celulares furtados

Celulares foram apreendidos pela polícia - Foto: Gerson Oliveira/Correio do Estado
Celulares foram apreendidos pela polícia – Foto: Gerson Oliveira/Correio do Estado

Mais de 40 celulares furtados foram recuperados pela Polícia Civil em operação feita na tarde de ontem (4), em várias lojas de Campo Grande. Segundo o Correio do Estado, cinco pessoas foram presas por participar de esquema.

A ação, conforme relato da polícia, consistia em furtar ou desviar celulares de malotes de empresas e revender em lojas e box do Camelódromo da Capital. A investigação começou depois que representantes da empresa Energisa procuraram a polícia para denunciar furtos de celulares da empresa.

Com número de série dos aparelhos em mãos, investigadores fizeram buscas no site OLX e encontraram anúncio de um dos celulares. O responsável pela venda era um homem de 31 anos, que possui um box no Camelódromo de Campo Grande. Disfarçados, os investigadores foram até o local e fingiam estar interessados nos celulares. Chegando lá, foram atendidos por um homem de 34 anos.

O rapaz ofereceu aos policiais um aparelho semelhante ao furtado da empresa Energisa. Os investigadores se mostraram interessados em outros celulares e o rapaz ligou para seu sócio, que foi até o box e levou outros modelos de celulares para os policiais disfarçados. Os aparelhos eram os mesmos furtados. Os dois foram presos.

Desconfiando de que o esquema era ainda maior, os policiais fizeram com que os sócios os levassem até outra loja, localizada na Rua Dom Aquino.

No estabelecimento os policiais encontraram 16 aparelhos furtados e em uma terceira loja, na Avenida Afonso Pena, foram encontrados outros três celulares furtados. Outras duas pessoas envolvidas no esquema acabaram detidos.

Os cinco presos foram levados para a delegacia e além dos aparelhos apreendidos, um revólver calibre .38 e 79 munições foram apreendidos. Todos responderão receptação, associação criminosa, contrabando e posse irregular de arma de fogo.

DouradosNews

Deixe uma resposta

Top