You are here
Home > Geral > Naviraí: Cinco meses depois de nomeada, filha de presidente da Câmara deverá ser exonerada

Naviraí: Cinco meses depois de nomeada, filha de presidente da Câmara deverá ser exonerada

Vereador Benedito é pai da servidora que deverá ser exonerada  (Foto: Naviraí Notícias)
Vereador Benedito é pai da servidora que deverá ser exonerada
(Foto: Naviraí Notícias)

O nepotismo em prefeituras do interior de Mato Grosso do Sul continua na mira do Ministério Público Estadual (MPE). Nesta terça-feira (27), nova recomendação feita por promotor pede que filha de vereador e presidente da Câmara Municipal seja exonerada do cargo de diretora, em Naviraí, cidade distante 359 quilômetros da Capital.

Conforme a recomendação publicada hoje, o promotor Daniel Pivaro Stadniky identificou como irregular a nomeação da servidora Cláudia Adriana de Oliveira, que é filha do vereador Benedito Missias de Oliveira (SD), que também é presidente da Câmara da cidade.

Cláudia foi nomeada pelo prefeito Léo Matos (PSD) em maio deste ano para desempenhar a função de diretora temporária do Centro Integrado de Educação Infantil “Professora Zenaide Nunes dos Santos”.

Segundo a recomendação do promotor, o prefeito tem o prazo de 10 dias para exonerar a servidora e “resguardar a moralidade administrativa e vedar a prática de nepotismo.

Ainda no documento, consta que a servidora não poderá sera nomeada em cargo de direção, chefia e assessoramento enquanto o seu pai for vereador da cidade.

A prefeitura deve ser notificada da recomendação nos próximos dias.

Deixe uma resposta

Top