You are here
Home > Cultura > Nova Andradina decreta luto pela morte de Yasuhiro Suguita

Nova Andradina decreta luto pela morte de Yasuhiro Suguita

1495923638

O prefeito Roberto Hashioka assinou nesta terça-feira (22) decreto de luto oficial por três dias no âmbito do município de Nova Andradina em virtude da morte de Yasuhiro Suguita.

Além de ser um dos principais expoentes da colônia japonesa radicada no município, Suguita exerceu de 1995 a 2008 a função de Juiz de Paz da Comarca de Nova Andradina, período em que celebrou mais de mil casamentos na cidade.

“Por meio desta ação enaltecemos sua trajetória, os relevantes serviços prestados à nossa comunidade e a intenção de lhe prestar uma justa homenagem”, comentou o prefeito.

Nascido em 21 de janeiro de 1937, em Pereira Barreto (SP), Yasuhiro Suguita casou-se em 1960 com Satiko Suyama Suguita, com quem teve três filhos, Honório, Lúcia e Marta.

Em Nova Andradina, instalou-se como comerciante com a “Casa Suguita”, onde atuou até 1984, mesma época em que foi convocado pelo Cartório de Registro Civil para exercer a função de Auxiliar Judiciário e, posteriormente, de Juiz de Paz.

Também foi um dos fundadores da Associação Cultural e Esportiva de Nova Andradina (ACENA), que hoje se distingue como uma das mais relevantes para a realização de eventos, a maioria no sentido de preservar a cultura nipônica.

Suguita esteve presente ainda no movimento que culminou com a fundação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), em 1981, além de ser um dos fundadores da Loja Maçônica “Obreiros Ocultos”, onde foi Venerável de 1981 a 1985.

Entre as homenagens já recebidas, destaca-se a Comenda do Mérito Legislativo, concedida pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, e o título de Cidadão Honorário de Nova Andradina, conferido pela Câmara Municipal. (assessoria)

Deixe uma resposta

Top