You are here
Home > Politica > Por que não batem panela contra o Cunha?

Por que não batem panela contra o Cunha?

images-cms-image-000451166

O escritor Antonio Prata questiona, em artigo publicado neste domingo (16), na Folha, a parcialidade dos que batem panelas contra o PT. Ele cobra a mesma atitude contra Eduardo Cunha, Geraldo Alckmin e contra a compra de votos que garantiu a reeleição de FHC e o mensalão mineiro.

“Temos toda a razão de bater panelas quando a presidente aparece na TV dizendo que a culpa por nossa pindaíba é da crise internacional. Mas por que não batemos panelas quando Eduardo Cunha, o líder dos “black blocs” brasileiros, vândalo que faz política com pedras, bombas e coquetéis molotov, vai em rede nacional dizer que trabalha “para o povo”, “sempre atento à governabilidade do país”?”, questiona.

“Temos toda a razão de bater panelas contra a corrupção da Petrobras. Mas por que não batemos panelas contra o mensalão mineiro ou o cartel do metrô paulistano? Por que não batemos panelas contra a compra de votos para a reeleição do FHC? Por acaso pagar apoio na Câmara é mais grave do que pagar emenda na Constituição?”, diz.

“Temos toda a razão de bater panelas contra o estelionato eleitoral do PT. Mas por que não batemos panelas contra o estelionato eleitoral do PSDB, que elege repetidamente um governador tipo “gerente”, prometendo “e-fi-ci-ên-ci-a” em cada sílaba, mas coloca São Paulo à beira do “co-lap-so-hí-dri-co”?”, reforça.

“Este ódio cego, esta parcialidade hipócrita, este bombardeio cirúrgico que pretende eliminar o PT –e só o PT– para “libertar o Brasil”, empoderando Renan Calheiros e Eduardo Cunha, não é o desabrochar da consciência cívica, é mais um fruto da nossa incompetência, mais uma vitória da corrupção; palmas para a nossa burrice”, complementa.

Aqui neste link o artigo na íntegra.

Brasil 247

Deixe uma resposta

Top