You are here
Home > Brasil > Santos vence Atlético-PR na Arena e quebra tabu

Santos vence Atlético-PR na Arena e quebra tabu

Dois gols no no contra-ataque e fim em um tabu de dez anos. Dessa forma, avassalador, como um furacão, o Santos venceu o Atlético-PR por 2 a 0, neste domingo, na Arena da Baixada, pela 6ª rodada do Brasileirão. Como todo furacão, este também teve nome e fez jus ao apelido do rival.

Kayke batizou o acontecido e principalmente as redes de Santos, goleiro substituto de Weverton, que está na Seleção Brasileira. Apesar do autor dos gols levar a fama, merece os louros Elano, que em sua última partida no comando do Peixe foi essencial para a primeira vitória do Peixe fora de casa no campeonato.

O interino, que estava sob observação de Levir Culpi, que assume o time nesta segunda-feira, armou o Alvinegro com Copete e Bruno Henrique pelos lados do ataque. A mudança em relação à vitória sobre o Botafogo teve um motivo, o contra-ataque. Assim saíram os dois gols do Santos.

O time de Eduardo Baptista, que quando técnico do Palmeiras soube neutralizar muito bem o Peixe, desta vez sofreu com a ofensiva santista. O Peixe deixou o Atlético atacar, se postou no campo de defesa como um legítimo visitante e esperou.

Mesmo sem parecer uma atitude digna da equipe do DNA ofensivo, era questão de tempo para dar certo. Mais precisamente de 26 minutos, quando Bruno Henrique roubou a bola pela direita, lançou Thiago Maia, que só tocou para Kayke completar.

O segundo parecia uma continuação do furacão, que só mudou de lado e aconteceu pela esquerda, mas com o mesmo fim: de Bruno Henrique para Kayke e para as redes.

Os donos da casa chegaram a esboçar uma reação no segundo tempo, mas só na bola parada levaram perigo a Vanderlei. Lucho Gonzales e Grafite marcaram após cobrança de falta, ambos em impedimento marcados corretamente. O susto fez Elano colocar mais um zagueiro, Cleber, no lugar de Vitor Bueno, para conter o jogo aéreo.

O resultado final, além dos três pontos na conta do Santos e a subida para a 10ª posição com a mesma pontuação do São Paulo, foi a quebra de um tabu que já durava dez anos. A última vitória santista na Arena da Baixada havia sido em 2007. Na próxima rodada, o Santos recebe o Palmeiras, na Vila Belmiro, na quarta-feira.

Na lanterna do Brasileirão e há três jogos sem vencer, o Atlético-PR vai buscar a reabilitação contra o Atlético-MG, fora de casa.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 0 X 2 SANTOS

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data-Hora: 11/6/2017 – 19h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)
Público/renda: 18.112 pagantes/R$ 386.600,00
Cartões amarelos: Paulo André (APR)
Cartões vermelhos: Daniel Guedes (SAN), aos 40’/2ºT (2º Amarelo)
Gols: Kayke (26’/1ºT) (0-1), Kayke (35’/1ºT) (0-2)

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Lucho González e Matheus Rossetto (Éderson, no intervalo); Douglas Coutinho (Grafite, no intervalo), Nikão e Pablo (Felipe Gedoz, aos 24’/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Thiago Maia (Alison, aos 17’/2º), Renato e Vitor Bueno (Cléber, aos 36’/2ºT); Bruno Henrique, Copete e Kayke (Leandro Donizete, aos 42’/2ºT). Técnico: Elano.

Deixe uma resposta

Top